saúde das crianças
Publicado em: 03/01/2018

Como cuidar da saúde das crianças de forma natural

Hoje em dia devido ao nosso estilo de vida, seja com alimentação errada ou pobre em nutrientes, intoxicação por agrotóxicos, ou fatores negativos como poluição nas grandes cidades, falta de saneamento básico, sedentarismo, são alguns do fatores que trazem risco para a saúde das crianças. Por isso é importante cuidar para que esses fatores não se tornem causadores de doenças que dificilmente são curadas pela Medicina tradicional. Houve um aumento muito grande de crianças que apresentam doenças respiratórias e genéticas herdadas dos pais ou avós, e muitas acabam sendo tratadas de forma paliativa com antibióticos fortíssimos, que causam reações a longo prazo e servem apenas para amenizar as crises que vão e voltam sempre, em alguns casos necessitam de internação constante. Por isso, é importante conscientizar os pais que existem formas de tratamentos naturais que visam fortalecer a imunidade e saúde das csaúde das criançasrianças de forma surpreendente, independente da crença dos pais, o importante é saber que existem saídas. Uma delas que tem conquistado muitos pais é a Homeopatia, que trata de forma energética o sistema imunológico fazendo com que o próprio organismo se fortaleça e crie anticorpos a partir de um estímulo parecido com a vacina. Na consulta homeopática é necessário saber todo o histórico familiar da criança, aspectos da gestação ( como foi, o que a mãe sentiu ou teve), aspectos da personalidade da criança, gostos, aversões, medos, dificuldades, sintomas físicos e psicológicos etc… Muitas crianças tem uma melhora imediata ao realizar o tratamento correto, o que causa espanto para muitos. Diferentemente da Medicina tradicional, o remédio não é escolhido apenas pelo sintoma, mas por um conjunto de fatores que vão muito além do sintoma e da doença. Não é atoa que essas consultas de primeira vez tem longa duração, em média de 1,5 hora a 2 ou mais, dependendo da complexidade das informações.

 

Em muitos casos o tratamento oferece a possibilidade de extinção dos sintomas sem recaídas, com cura completa, já que atua diretamente no sistema imunológico que é “treinado”para lutar contra as doenças invasoras. O remédio pode ser indicado em gotas ou em glóbulos adocicados,  que aliás as crianças adoram, podem ser misturados a água, líquidos ou até misturado a alimentos, conforme indicação do terapeuta. Podem fazer efeito instantaneamente ou a médio prazo. Como a saúde das crianças são mais sensíveis, normalmente quando o remédio é o correto, a ação é quase imediata, mesmo em casos mais crônicos, assim depende de cada organismo a velocidade de resposta. Mas você deve estar se perguntando qual a diferença do tratamento químico (remédios de farmácia) e da Homeopatia (substâncias puras naturais)? O sistema de tratamento é o inverso, isso mesmo, ao contrário, enquanto os remédios químicos bombardeiam nosso organismo com uma energia contrária a doença, a Homeopatia fornece uma energia similar e natural que o organismo identifica e tenta superar. A homeopatia não trata a doença, trata o doente.

 

Uma análise minuciosa é capaz de orientar o Homeopata para o tratamento mais adequado.

Muitas pessoas não sabem mas a homeopatia não é uma prática restrita aos Médicos, conforme a Lei 5.591, a ocupação de Terapeuta não Homeopata é reconhecida pelo Ministério do trabalho, como Homeopata não médico ocupação código 3221-25, formado em Cursos de extensão, técnicos ou Pós Graduação. Procure um Homeopata e faça o teste.